QUEM SOMOS

O Sindicato da Indústria de Esquadrias e Construções Metálicas do Estado de São Paulo foi constituído em 1935 sob a denominação de Sindicato dos Fabricantes de Fogões e Aquecedores de Carvão.

Em 15 de maio de 1941, por ocasião da concessão das chamadas cartas sindicais, a entidade passou a se denominar Sindicato da Indústria de Serralheria do Estado de São Paulo, por adequação dos produtos representados.

Em 19 de março de 1970, presidida então pelo Sr José Polizzoto, a denominação da Indústria de Serralheria do Estado de São Paulo foi requerida e aprovada para Esquadrias e Construções Metálicas do Estado de São Paulo, devido a sua enorme representatividade.

Analisou-se o surgimento de novos produtos, novas técnicas, enquadrando a representatividade desta categoria econômica, indústrias produtoras de portas para Box, divisões de ambiente, venezianas de alumínio, caldeiraria leve, grades de ferro, caixilhos, mezaninos, estruturas metálicas em geral, portas automáticas, portas corta fogo, toldos, box para banheiro, torres, pontes, esquadrias em geral, caçambas etc., na maioria dos produtos usando a mesma matéria prima, a das esquadrias metálicas

Desde sua fundação a entidade já foi presidida pelos empresários: José Polizzoto, Sr. Salim Badra, e Pedro Nunes de Abreu, hoje nosso presidente mérito. Desde 2015 Sr Domingos Cordeiro ocupa o cargo de presidente da entidade.

A importante atuação da Entidade reflete hoje na quantidade de empresas associadas e não associadas, representando os interesses de diversos segmentos industrias, além de prestar os mais importantes serviços a esse universo de empresas. É filiada e compõe o Conselho de Representantes da FIESP – Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, que hoje conta com mais de 129 sindicatos patronais, colabora intimamente com a CNI – Confederação Nacional da Indústria, possuindo representação expressiva na bancada patronal, tanto na Secretaria Estadual como Municipal de Emprego Buscando sempre aprimorar as relações capital e trabalho, realizamos negociações coletivas de trabalho, diretamente com o Grupo 19/3, para um dos interesses da classe patronal.
Fomos vitoriosos em diversos pleitos, dentre eles vale destacar junto a Secretaria da Fazenda a redução de IPI e ICMS para alguns dos produtos representados.

Ao longo destes anos buscamos aprimorar nossos serviços, realizando estudos econômicos, nível de emprego mensal, departamento de meio ambiente, assessoria jurídica, parcerias com os serviços oferecidos pela FIESP, instituições financeiras na abertura de créditos e financiamentos, cursos ministrados na sede da entidade, além de possuirmos uma administração a inteira disposição das empresas associadas e não-associadas.